30 de outubro de 2014


DIA INTERNACIONAL DAS LÍNGUAS

                O Departamento de Línguas, num trabalho colaborativo com a Biblioteca Escolar Dr José Leite de Vasconcelos, promoveu a Exposição das t-shirts a concurso, subordinado ao tema dos Direitos Humanos, no âmbito da Comemoração do Dia Internacional das Línguas, que esteve patente para  
                 Ao mesmo tempo a Biblioteca expôs uma bancada temática com livros, em diversas línguas em que se salientaram os Dicionários, desde o Português ao Japonês ou ao Polaco, que muita curiosidade despertaram nos alunos.


video


Um novo Ano Escolar começa

A abertura do ano letivo trouxe até às Bibliotecas Escolares do Agrupamento Dr José Leite de Vasconcelos, os alunos do 1º ano e os alunos do 5º ano que visitaram respetivamente a Biblioteca do Centro Escolar e a Biblioteca da Escola Sede. A descoberta de um espaço onde poderão estar e desenvolver as suas competências de literacia mas também participar em atividades de cariz diverso iniciou-se com a apresentação das diversas áreas, as suas regras e funcionalidades.
Destas visitas surgiram diversos registos que estiveram em exposição ao longo de vários dias.
A entrega de uma pequena lembrança foi momento de convívio e sensibilização à presença nestes espaços.



UM FELIZ ANO PARA TODA A COMUNIDADE EDUCATIVA DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE TAROUCA!

18 de junho de 2014

PARCERIA AGRUPAMENTO DR JOSÉ LEITE DE VASCONCELOS / SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE TAROUCA

Projeto LER +JOVEM



Um ano letivo termina e, nele se viveram atividades que marcaram quem delas usufruiu, neste projeto LER +JOVEM.
Pensado e idealizado como relação intergeracional entre os alunos do Agrupamento Dr José Leite de Vasconcelos de Tarouca e os utentes das diversas Respostas Sociais da Santa Casa da Misericórdia de Tarouca conduziu à concretização de atividades e eventos diversificados que a todos animaram e, acima de tudo, uniu todos como parceiros mas, acima de tudo, como amigos.
Se no primeiro período as atividades foram direcionadas para o conhecimento dos espaços e para os primeiros passos de acolhimento, o segundo período levou já a diversas participações desde Workshops sobre Património Imaterial e sobre o Dr José Leite de Vasconcelos, nos quais se tentou fazer a sensibilização para o valor da recolha de tradições populares locais, em vias de extinção.
Na área do Desporto, a turma do Curso Profissional de Desporto, integrou uma das sessões do Campeonato de Boccia que decorreu no Pavilhão do Agrupamento de Tarouca, onde os alunos interagiram com os utentes do Lar Residencial da Santa Casa da Misericórdia de Tarouca e os restantes participantes, fazendo as marcações de campos, na arbitragem e na prestação de serviços necessários ao bom decorrer do Campeonato.
Na Semana da Leitura, que ocorreu no mês de Março, nova visita aconteceu à Biblioteca, desta vez para a sensibilização sobre a Higiene Oral, orientada pela Enfermeira Estela da UCC de Tarouca, a que se seguiu o Desafio de Trava-Linguas, onde os alunos participaram e os utentes do Lar de Idosos foram o Júri da competição, tendo também feito a sua intervenção animada, relembrando memórias de trava-línguas conhecidos.
A dinamização de uma Exposição denominada “A Arte Contemporânea vista na ponta dos dedos”, de autoria de alunos do 9º ano, da disciplina de Educação Visual, que esteve patente no Centro Escolar de Tarouca levou a que os utentes do Lar de Idosos, do Lar Residencial e da Turma de 5 anos do Jardim de Infância da Santa Casa da Misericórdia, fossem até ao espaço da Biblioteca Escolar daquela instituição onde foram sensibilizados para a Arte Contemporânea e, principalmente, neste caso para obras realizadas com materiais diversos que permitiram acima de tudo a exploração sensorial. Foi nesta ocasião que um Jovem autista daquela Instituição fez a sua experiência sensorial, o que resultou num belíssimo sorriso, ao tatear uma obra decorada com algodão em rama. Uma situação muito sensibilizadora para quem assistiu.
Uma nova visita ocorreu para os alunos do Jardim de Infância que vieram assistir à Dramatização “A Locomotiva”, baseado na obra com o mesmo nome, dinamizada pelos alunos do 12ºano do Curso Técnico de Apoio à Infância.
O ano terminou com a integração de duas turmas do 4º ano, do Centro Escolar, neste projeto que, tendo dinamizado 2 teatros “Serafim e Malaqueco” e “A Galinha Medrosa”, em contexto de Biblioteca Escolar, decidiram apresentar os mesmos nas instalações do Lar de Idosos da Santa Casa da Misericórdia de Tarouca, a todos os utentes das diversas Respostas Sociais daquela instituição, num verdadeiro espírito de intergeracionalidade que levou a animação e a alegria a todos. O lanche convívio oferecido aos alunos participantes foi um momento muito agradável para todos. Assim, se abriu também o caminho para dinamização de outras atividades que integrem os diversos ciclos de ensino do Agrupamento de Tarouca.
Afinal é possível trazer a Escola à Comunidade e vice-versa com resultados de sucesso na integração de todos os intervenientes do processo. Um agradecimento à Santa Casa da Misericórdia de Tarouca pela disponibilidade, acolhimento e aceitação dos projetos comuns. 
Isolina Guerra




12 de junho de 2014


“ À descoberta das terras de Aquilino Ribeiro”

        No passado dia 3 de Abril, três dezenas de alunos de diversos anos do 2º e 3º ciclos partiram à descoberta do percurso de vida que Aquilino Ribeiro teve por terras do concelho de Sernancelhe.
        A viagem era prémio do Concurso realizado no 1º período, aquando da comemoração da efeméride do Cinquentenário da sua morte, no qual os alunos participaram em diversas áreas, desde a escrita,  a pintura, o desenho e mesmo a dramatização, o que levou a uma proposta do Júri para que todos os participantes fossem premiados, pelo gosto e empenho que colocaram nos trabalhos que realizaram. Com a ajuda do Município de Tarouca através da cedência do transporte, como habitualmente, e a anuência da parte da Direção do Agrupamento partimos para a sua concretização.
            A sua terra natal – Carregal, foi o ponto de partida da viagem com a visita à casa onde nasceu e viveu a sua infância.
           Seguiu-se depois o percurso para Quintela da Lapa, terra onde Aquilino Ribeiro estudou, dos 10 aos 15 anos, no Colégio de N. Sra da Lapa, local de passagem de inúmeros e renomados homens portugueses e onde, se pode visitar o seu quarto, as salas de aulas e encontrar algumas das suas obras e escritos. A visita ao Museu da Lapa foi ainda um ponto para a perceção do contexto espácio-temporal de inúmeras obras de Aquilino Ribeiro, tendo sido referenciada a obra “Uma luz ao fundo”, como a que conta as vivências de Aquilino Ribeiro nesta fase da sua vida.
        Por entre serranias, fragas e uma natureza que se conserva na sua originalidade, puderam os alunos perceber, algumas das obras que andam a ler e explorar, como seja “O Romance da Raposa”, obra com uma escrita muito própria, mas muito bela, pela sua individualidade.
        Surgiu ainda uma parceria com o Centro de Estudos de Aquilino Ribeiro (CEAR), na pessoa do seu atual Presidente Dr João Inês Vaz, para que a visita tivesse ainda um outro âmbito de abordagem pois a presença do Dr Jerónimo Costa (um orgulhoso lamecense) fez perceber, pelas suas explicações todo o conteúdo da Casa Museu de Aquilino Ribeiro, em Soutosa, onde tudo se mantém no seu cariz mais genuíno, mostrando a intimidade de um autor que se diz ser regionalista, mas que possui um âmbito internacional nas suas vivências, como se pode observar pela ilustração da  1ª edição do “Romance da Raposa, que foi realizada por Benjamim Rabier, um famoso ilustrador francês.
       Neste espaço, de enorme beleza, Aquilino Ribeiro escreveu dezenas de livros, possuindo uma excelente Biblioteca (já não completa, pelas vicissitudes dos tempos e dos homens), local este também visitável. Permite-se ainda a visualização da casa do caseiro, onde todas as alfaias tradicionais e objetos de uso diário, mostram o viver do homem beirão no seu mais genuíno sentir.
      Afinal percebeu-se que é possível entender muito melhor a obra e a escrita de um homem, pela percepção da vivência que teve, do seu “mundo pessoal”, que inspirou toda uma obra que urge ser reavivada e relida para se perceber a sua essência.
         Recomenda-se a visita a estes espaços, afinal tão próximos de nós, principalmente a todos os que têm interesse na excelente obra de Aquilino Ribeiro, que se baseou sempre no seu lema de vida “Alcança, quem não cansa”.
video

1 de maio de 2014

TRABALHOS DOS ALUNOS 

Jornal de Parede do Centro Escolar

Uma homenagem às obras dos nossos alunos do 1º ciclo 

video


O Carnaval também foi motivo de criatividade dos alunos do Pré-Escolar e do 1º Ciclo
video


30 de abril de 2014




“Escritor César Carvalho na Biblioteca do Centro Escolar de Tarouca"






No dia 26 de Março, comemorando-se o Dia do Livro Português, e integrado na Semana da Leitura, foi convidado o Prof. César de Carvalho, para vir até à Biblioteca do Centro Escolar de Tarouca fazer a apresentação do seu livro “A Greve dos Lápis de Cor”, obra já publicada há alguns anos.



Pela primeira vez o Escritor foi convidado para fazer a apresentação de uma história no Concelho de Tarouca, local onde reside, mostrando um enorme contentamento por tal acontecimento.


Foram quatro as turmas do 1º ciclo que puderam assistir a esta apresentação, que se mostrou uma surpresa pela atenção e concentração dos alunos a uma história muito interessante, de uma criatividade excepcional, algo que o autor demonstra habitualmente nas suas obras.



 A sua capacidade de contador de histórias, fez os grupos permanecer extasiados e em silêncio, sempre suspensos do enredo da história.




Foi depois explorado o conteúdo da trama com os alunos que demonstraram o fascínio que a mesma lhes suscitou.


O autor entregou ainda uma lembrança autografada por si a cada aluno participante, prometendo-se para futuro mais histórias desta coleção, o que será uma mais-valia literária, pois a obra apresentada encontra-se já em final de edição, o que dificulta a sua aquisição e disponibilização na Biblioteca Escolar para os inúmeros alunos que têm vindo solicitar a sua requisição para leitura.



A Equipa da Biblioteca Escolar
BIBLIOTECA ESCOLAR DR JOSÉ LEITE DE VASCONCELOS 

SEMANA DA LEITURA 2014

Sob o mote “Dar com a Língua nos Dentes”, decorreu nas Bibliotecas Escolares do Agrupamento, a Semana da Leitura que, este ano, teve como base estratégica a comemoração dos 800 anos da Língua Portuguesa e o Projeto SOBE, de sensibilização sobre a Higiene e Saúde Oral.
Aproveitando os dois temas propostos pela RBE (Rede de Bibliotecas Escolares) foi feita a associação entre a área da saúde oral e a língua portuguesa e foi dada predominância aos trava-línguas, como experimentação e treino de leitura e escrita, tendo sido propostos à Comunidade Escolar inúmeros documentos de recolha tradicional, para a realização do “Desafio de Trava-Linguas” que se concretizou com a presença de um grupo de utentes do Lar de Idosos da Santa Casa da Misericórdia de Tarouca, que foram o “Júri” dos alunos “dizedores”. 
video
Durante vários dias esteve presente alternadamente nas duas Bibliotecas Escolares do Agrupamento a Enfermeira Estela, da Unidade de Cuidados da Comunidade de Tarouca para sensibilizar os alunos das  turmas de todos os ciclos, no melhor cuidado na Higiene Oral, promovendo-se assim os objetivos do projeto SOBE.  Foram ainda convidados os utentes, parceiros do projeto LER+Jovem, do Lar Residencial da Santa Casa da Misericórdia de Tarouca para participarem nestas atividades.
Numa perspetiva de alargamento à Comunidade em geral estendeu-se o convite aos séniores que fazem parte do Projeto do Município “Rejuvenescer Tarouca”, da área da Freguesia local, para uma visita à Biblioteca do Agrupamento onde, para além de conhecimento do espaço, puderam ser informados pela Técnica da UCC de Tarouca, acompanhada de duas estagiárias, dos cuidados de saúde oral, de forma adaptada para este público-alvo. Uma informação preciosa fornecida foi a do Cheque-dentista para a terceira idade, algo que é do desconhecimento da maioria dos séniores. Os trava-línguas e as vivências da sua meninice foram partilha evidente, de quem tem muito para contar.
Neste âmbito pretende-se um maior intercâmbio de atividades para que possa ser feita uma recolha do Património Imaterial do Concelho de Tarouca, congregando esforços e sinergias de todos os parceiros envolvidos: Agrupamento Dr José Leite de Vasconcelos, Município de Tarouca, Biblioteca Municipal e Santa Casa da Misericórdia de Tarouca e, num futuro próximo, possa haver o registo de tudo aquilo que for sendo pesquisado.

video



SEMANA DA LEITURA

“DAR COM A LÍNGUA NOS 

DENTES”

      “Dar com a língua nos dentes” foi o mote escolhido para a “Semana da Leitura” nas Bibliotecas do nosso Agrupamento. 





      Esta semana  decorreu de 17 a 21 de Março no espaço da BE do Centro Escolar. Os alunos do Pré-Escolar              (Jardins de Infância do CE e Castanheiro do Ouro) e alunos do 1º Ciclo exploraram vários Trava-Línguas que fazem parte da Língua Portuguesa.


 

Desta forma as crianças articularam palavras com sons iguais e diferentes, aperfeiçoaram a dicção  melhorando a articulação, a clareza da linguagem e  a fluência da leitura.




E, como para se articular os sons corretamente é preciso dar com a “língua nos dentes” em colaboração com o Centro de Saúde de Tarouca  a enfermeira Estela Gonçalinho fez uma sensibilização à Saúde Oral presenteando os alunos com um powerpoint e dois filmes sobre a Higiene Oral e os cuidados a  ter diariamente.





Como não podia deixar de ser no final de cada sessão houve música e dança adequada ao tema.

Uma das mensagens que ficou nos alunos foi que é bom “dar com a língua nos dentes”, numa boca saudável onde a higiene oral deve ser feita pelo menos duas vezes ao dia e sempre antes de deitar.




Já agora vejam se ainda se lembram destes Trava-Língua:
“O rato, roeu, a rolha da garrafa do rei da Rússia”





ou
“O tempo pergunta ao tempo
Quanto tempo o tempo tem.
E o tempo responde ao tempo
Que o tempo tem tanto tempo
Quanto tempo o tempo tem.

                                                          

                                                              Equipa da BE do Centro Escolar de Tarouca







30 de março de 2014


PRÉMIO FUNDAÇÃO ILIDIO PINHO

 
  A Escola Básica e Secundária Dr José Leite de Vasconcelos de Tarouca vê o seu projeto "Gira, mó do meu moinho! Porque giras tu?" selecionado para o 11º Prémio da Fundação Ilidio Pinho - Ciência na Escola.
 Parabéns aos alunos contemplados... 



         Um feliz sucesso na fase do Desenvolvimento do Projeto e que possam alcançar um excelente lugar na final.


24 de março de 2014

DIA DA ÁRVORE EM TAROUCA

video

      No dia 21 de Março o projeto "Reflorestação da Serra de Santa Helena" iniciou com a atividade Rota das Eco-Escolas, sendo passado um testemunho por todas as escolas do Agrupamento, até ser entregue nas mãos dos representantes do Município de Tarouca.
Foi feita uma caminhada pelos espaços da mesma Serra, que integrou toda a Comunidade Educativa do Agrupamento, até ao espaço previamente destinado para ser feita a plantação das árvores por cada um dos alunos.

8 de março de 2014

EXPOSIÇÃO DE MÁSCARAS DE CARNAVAL

         

   A turma do 12º C preparou uma exposição das máscaras, confeccionadas com a técnica de pasta de papel, em contexto de sala de aula, que colocou na Biblioteca Escolar Dr José Leite de Vasconcelos para divulgação do seu trabalho junto da Comunidade Escolar.





500 ANOS DO FORAL DE TAROUCA





No dia 27 de Fevereiro de 1514, foi concedido Foral a Tarouca, por D. Manuel I, à semelhança de inúmeras terras de Portugal, fazendo assim a uniformização de regras e procedimentos. 500 anos se passaram e, por isso, Tarouca não podia esquecer tal acontecimento histórico.
Assim, em consonância com os eventos que o Município de Tarouca irá realizar, o Agrupamento Dr José Leite de Vasconcelos de Tarouca iniciou a comemoração com a atividade promovida pelas Bibliotecas Escolares, sendo a temática do Foral a matriz de toda a ação.

No Centro Escolar, foram sendo sensibilizados os alunos para o tema e foram elaborados diversos trabalhos que estiveram em exposição, quer na Biblioteca Escolar, quer no hall de entrada para ser partilhada com todos os visitantes.
video

Na Biblioteca da Escola sede foi preparada uma exposição denominada “Scriptorium” onde, com a colaboração de diversos elementos da Comunidade Escolar, que fizeram a cedência das suas peças mais antigas, se preparou um espaço de memória tentando fazer a recriação cénica de uma vivência de 5 séculos, por terras de Tarouca, nomeadamente do Scriptorium do Mosteiro de S. João de Tarouca. Apenas com a “prata da casa”, adereços partilhados por diversas pessoas e instituições, trabalhos de alunos e encarregados de educação, tudo serviu para preparar um evento que desse a conhecer à Comunidade Escolar este acontecimento.

Apesar de já estar aberta aos alunos, no dia 27 de Fevereiro de 2014 foi feita a apresentação pública à Comunidade tarouquense, sendo convidadas diversas entidades, civis e religiosas, acedendo ao convite o Presidente e o Vice-Presidente do Executivo e o Presidente da  Assembleia do Município de Tarouca, o Presidente da Junta de Freguesia, o Padre Adriano Assis, bem como os Presidentes do Conselho Geral, da Associação de Pais e da Associação de Estudantes do Agrupamento, entre outras individualidades.
O Diretor do Agrupamento, Prof. Eduardo Almeida saudou todos os presentes na sessão de abertura, tendo depois tomado a palavra o Presidente do Município de Tarouca e o Presidente da Assembleia da mesma edilidade, que salientou a importância da parceria que se estabeleceu entre instituições para se alcançarem objetivos e concretizarem atividades.
Foi dada uma breve explicação do evento, pela Coordenadora da Biblioteca Escolar, salientando-se o agradecimento aos parceiros  para a concretização do mesmo, bem como o caráter pedagógico do evento.

A visita à exposição tornou possível ver a concretização cénica da época, por alguns alunos, docentes e técnicos das Bibliotecas Escolares, que se empenharam em animar este evento.
Neste dia foi ainda convidado o Professor João Inês Vaz para apresentar duas comunicações sobre o Foral de Tarouca e o seu contexto histórico, a diversas turmas do 3º ciclo e do Secundário.

video


Este primeiro passo, que abriu as comemorações em Tarouca, prosseguiu no dia 28 de Fevereiro com o desfile de Carnaval dos alunos do Agrupamento, cujo tema foi também o Foral Manuelino de Tarouca e o vestuário da Idade Média que foram inspiração de criatividade para a confeção dos trajes, pelos pais dos alunos, num quadro que resultou em muita beleza, alegria e divulgação de um acontecimento histórico tão importante para a cidade de Tarouca.
Já o Município de Tarouca optou pela realização de uma teatralização da leitura do Foral, onde centenas de pessoas se juntaram para viver este acontecimento. Também o Agrupamento Dr José Leite de Vasconcelos se fez representar num espaço onde se reconstituiu a exposição existente na Biblioteca Escolar. Vários alunos participaram no desfile ocorrido na tarde de 2 de Março e se integraram nesta comemoração.

Foi desta forma vivido este evento histórico, onde a Comunidade Educativa se integrou, para que a Escola seja percebida como espaço de partilha aberta e dinâmica, que procura fazer caminho a percorrer com os pais e os diversos parceiros, para que se possam atingir os objetivos do sucesso escolar, que apenas podem ser conseguidos se todos se unirem num mesmo ideal de educação.

Isolina Guerra
DIA DA LÍNGUA MATERNA



No dia 21 de fevereiro, vários alunos do Centro Escolar de
 Tarouca, tiveram o privilégio de vivenciar momentos mágicos na Biblioteca, na comemoração do Dia da Língua Materna, dando continuidade ao projeto “Talento Popular no Vale Encantado”, que propõe a interação com autores/escritores da região que possam visitar a Biblioteca Escolar e nela partilhar as suas leituras.

Com o objetivo de valorizar a escrita e a leitura dos autores locais, a equipa da BE convidou a técnica da Biblioteca Municipal, Sónia Cardoso, para contar às crianças um conto da sua autoria “Um Amigo a Sério” publicada no livro “Histórias do Vale Encantado”.  Desta forma, os alunos tomaram contacto com a autora da história e foram incentivados a ler e a escrever os seus próprios contos.

Depois de lida a história as crianças recontaram a mesma, fizeram algumas perguntas à autora do texto e brincaram de uma forma muito animada, dando asas à sua própria imaginação.

As duas funcionárias da Biblioteca Municipal, Sónia Cardoso e Sandra Guedes, presentearam as turmas com uma bonita e colorida borboleta e os alunos levaram com eles um desenho alusivo para colorir.


Foi ainda lido um poema de José Jorge Letria sobre a  língua materna.

Para finalizar a atividade, todos cantaram e dançaram a música “Borboletinha”.

Esta atividade também foi vivenciada com as crianças dos Jardins de Infância do Centro Escolar e do Castanheiro do Ouro.

                                                     A Equipa da BE/ Centro Escolar 
AMNISTIA INTERNACIONAL

No dia 13 de Fevereiro, uma representante do Núcleo de Viseu da Amnistia Internacional, esteve presente no Agrupamento de Tarouca  para um encontro com alunos de diversas turmas, que puderam assistir a um espaço de sensibilização sobre os Direitos Humanos. Também um representante da Luta contra a Pobreza de Viseu, acompanhou esta ação e pôde partilhar algumas informações sobre a atual situação social vivida no nosso país.

Depois, através de alguns trabalhos de expressão plástica realizados pelos grupos de alunos presentes, foram feitas explorações temáticas dos temas apresentados que irão fazer parte de uma exposição coletiva em Viseu.



DIA DA INTERNET SEGURA






No dia 11 de Fevereiro comemorou-se o Dia da Internet Segura, tendo a Escola recebido a visita de dois agentes da Guarda Nacional Republicana para se encontrarem com turmas dos diferentes ciclos de ensino a fim de fazerem uma ação de sensibilização sobre a segurança da atuação face às redes sociais. Vários temas foram abordados, entre eles o ciberbullying, para que os alunos possam perceber os riscos inerentes às novas tecnologias e à preservação de informações para a sua própria segurança.


Também as Bibliotecas Escolares do Agrupamento assinalaram esta data com a partilha de informação sobre o site www.seguranet.pt onde os alunos, de forma lúdico/pedagógica puderam responder às várias questões que lhes eram colocadas, através de jogos didáticos apresentados.


LER COM TODOS



No dia doze de fevereiro decorreu mais uma atividade do projeto “Ler Com Todos”.







Desta vez tivemos uma convidada especial, a professora Zé Almeida que gentilmente se deslocou à BE do Centro Escolar, tendo assumido a personagem do Espantalho Malaquias para declamar a poesia dos “Quatro Rapazes da Aldeia”. 

Esta poesia de cariz popular fazia parte do reportório do Rancho 

 Infantil da Escola de Tarouca.

A poesia foi explorada de várias formas, sempre com a colaboração dos alunos que mostraram muito interesse e animação durante a atividade.

De seguida, dançaram a música dos “Quatro Rapazes” em rodas de 
dois pares.

Esta atividade foi ainda explorada com as crianças do Pré-escolar
 do Centro Escolar e  do Pólo do Castanheiro do Ouro.


                                              A Equipa da BE/Centro Escolar de Tarouca
SEMANA DOS AFETOS

Na semana de 10 a 14 de Fevereiro, foi vivido um período de animação na Biblioteca Escolar da Escola Sede do Agrupamento de Tarouca pois, deu-se inicio a uma atividade que é muito apreciada pelos alunos: a comemoração do Dia de S. Valentim.



Os afetos e a sua demonstração cada vez mais têm de ser percebidos pelos adolescentes da atualidade pelo que, com a participação de diversos alunos e docentes foi preparado um espaço na Biblioteca Dr José Leite de Vasconcelos, onde a expressão da amizade e companheirismo, de mensagens de amor, de alegria e de poesia foram o mote para se iniciar um processo de escrita, de expressão plástica que deram lugar a uma área muito “fogosa”, onde os alunos foram deixando as suas missivas no marco do correio ali existente.



Ao longo da semana foram várias centenas as cartas e mensagens ali depositadas quer para alunos, docentes e mesmo para o pessoal não docente. Foram ainda pedidos materiais, por alguns alunos, para fazerem cartas para pessoas da família.





No dia 14 de fevereiro, com a parceria dos CTT, que nos cederam material para o “Carteiro” que se voluntariou para o serviço de distribuição, o correio lá foi distribuído pelas turmas do Agrupamento, para contentamento de muitos e, claro, também a tristeza de quem não recebeu nada. Turmas inteiras fizeram cartas e missivas para os seus colegas de turma, mostrando o companheirismo que os une. Várias mensagens em português e em inglês foram distribuídas pela Comunidade Escolar ao longo da tarde.
A literacia pode ser promovida de inúmeras formas e, esta foi uma atividade de sucesso nessa área, pois os alunos descobriram a beleza de uma “carta” escrita e não das mensagens do mundo virtual em que vivem, podendo nela exprimir sentimentos, mas também a beleza da sua criatividade.
Afinal ainda há beleza na escrita e os alunos aderem ...

DIA DE S. VALENTIM / DIA DA AMIZADE

Na semana de dez a catorze de fevereiro na BE desenvolveu-se o tema da amizade. Os alunos construíram o painel com desenhos e frases alusivas ao tema.

Alguns alunos do 3ºA e 3ºB elaboraram dois cartazes com pinturas e frases onde demonstraram o que é para eles a amizade e o amor.
Nos intervalos visualizaram a história “Quanto Vale a Amizade” e cantaram a canção Cinderela de Carlos Paião, bem como uma turma de apoio  também visitou a BE para visualizar e explorar a história referida.

Foi interessante cada aluno descobrir as diversas formas de amizade e do amor.


O painel ficou muito bonito com os desenhos e algumas frases que passamos a citar:

-“A amizade é partilhar o lanche quando os outros não têm” (Matilde e Sabrina do 3ºA);

-“Amizade é estar com as pessoas que mais gosto” (João Lamelas do 3ºA);

- “Amizade é não mentir” (Madalena do 3ºB);

-“Amizade é ajudar os outros em tudo o que é preciso” (Guilherme do 3ºB).

A Carolina do 3ºD escreveu este poema:
“Querida prima:
Gosto muito de ti.
Tu estás na Suíça
E, eu estou aqui,
Sempre a pensar em ti.”





Os alunos escreveram algumas cartas que colocaram no placard e desta forma expressaram as suas emoções e os seus sentimentos

                                                        A equipa da BE/Centro Escolar