Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2010

" Como se Viveu em Portugal "

De 19 a 30 de Abril a Biblioteca do Centro Escolar de Tarouca comemorou o Centenário da República 1910-2010.
Com esta actividade os alunos aperceberam-se de um momento histórico tão importante que levou a transformação da sociedade portuguesa nos últimos 100 anos: a Implantação da República a 5 de Outubro de 1910 e a Revolução de 25 de Abril de 1974.
As crianças tiveram o prazer de rever momentos e etapas inesquecíveis do seu país através de uma aula interactiva com acesso a Internet sobre o 25 de Abril com 32 perguntas e respostas de uma forma directa e animada, alusivas a esta temática.
O Nacionalismo e o Patriotismo foram celebrados com músicas de Zeca Afonso e com o Hino Nacional, onde todos cantaram através de Karaoke, no final de cada aula temática.
Nos intervalos os alunos pintaram e construíram a bandeira Portuguesa, as quais foram oferecidas a todas as salas do Centro Escolar juntamente com um poema de José Jorge Letria “o Dia da Liberdade”.
Foi feita uma pequena dramatização …

" Dia Mundial do livro e dos direitos do Autor"

Para comemorar o “Dia mundial do livro e dos direitos do autor” colocou-se dois cartazes no átrio do centro escolar, onde se pediu à comunidade educativa que deixasse o seu registo, o que é o livro?
Num dos cartazes estava escrita a frase do Padre António Vieira «Um livro é um mudo que fala, um surdo que respeita, um cego que guia, um morto que vive.».




Os meninos dos jardins-de-infância também deixaram o seu registo através de pintura e frases.






A turma do 4ºD presenteou a BE com um trabalho conjunto da turma, que representa o que o livro é para cada aluno, anexado a este, está um texto sobre “ O dia do Livro Infantil”.

“DIA MUNDIAL DO LIVRO E DO AUTOR PORTUGUÊS”

Decorreram no dia 23 de Abril, as comemorações do “Dia Mundial do Livro e do Autor Português”, dinamizadas pela equipa da Biblioteca da nossa Escola.
Nesse dia, foi colocado, no Bloco A, no átrio da Biblioteca, um grande papel cenário, onde os alunos puderam escrever, com canetas de diversas cores, frases/mensagens/testemunhos sobre: “o Livro” e/ou “ a “Leitura”.
Paralelamente e, como também era “Dia Mundial… do Autor Português”, com recurso a outro papel de cenário, foram expostos todos os registos feitos, pelos alunos, ao longo do ano, no grande Livro “Lê e Deixa que te Leiam” existente no Cantinho da Escrita.
Foi uma forma de evidenciar os “grandes autores” que temos, no nosso próprio meio escolar, pois todas as suas frases eram carregadas de mensagem, de gosto e de vontade de criar!
Todos os que por lá passavam, paravam para ler e apreciar os registos escritos, alguns escondidos no anonimato, por ordem do próprio autor…