7 de janeiro de 2011

"A HORA DO CONTO DIGITAL NA BE"

É inquestionável que a leitura tem um papel importante no crescimento e no desenvolvimento intelectual e afectivo das crianças, jovens e das pessoas em geral.
Acredita-se, cada vez mais, na importância e na influência dos contos no desenvolvimento do imaginário infantil.
Ouvir e contar histórias é fundamental para o desenvolvimento da identidade da criança, pois é, através dos contos, que ela tem a possibilidade de ensaiar os seus papéis na sociedade, adaptando-se a situações reais e colocando-se dentro da história. Paralelamente, são desencadeadas ideias, opiniões, sentimentos e criatividade, antecipando situações que a criança só iria experimentar na vida adulta.
Os contos têm uma tradição oral e foram sendo contados de “boca em boca”, de geração, em geração.
Mais tarde, os contos começaram a ser registados na escrita, passando a fazer parte inequívoca do acervo escrito e literário de uma determinada língua. Assim, contos populares, contos tradicionais, contos maravilhosos, fábulas imortais, parábolas eternas e contos inéditos de autor passaram a fazer parte dos livros que pululam nas nossas bibliotecas. Também a BE do nosso Agrupamento tem um gosto muito especial pelo conto impresso em livro.
De recordar que o livro é, sem dúvida, um dos artefactos mais antigos criados pelo homem. Passou por várias transformações ao longo da história até encontrar o formato que perdurou até este momento ─ o códice romano, ou seja, vários cadernos costurados e unidos por uma capa. Porém, antes, o livro ainda existiu através de outros suportes de leitura, como blocos de pedra, folhas de árvore e até mesmo pele de animais.
Nos tempos actuais, a Internet, com o seu avanço, elevou a característica enciclopédica, usualmente presente nos livros, ao seu ponto máximo de potencialidades, aliando informação textual, imagens, vídeos e voz num único instrumento: o computador ─ ferramenta que se mostra cheia de possibilidades na exploração da leitura. Ferramente que viabiliza a entrada no mundo mágico da leitura, de modo diferente!
Deste modo, a BE tem aliado o valor pedagógico e lúdico do conto, às potencialidades do mundo digital. É neste contexto que surge a renovada “Hora do Conto”: “Hora do Conto Digital”.
Este evento tem lugar todas as quintas-feiras, na nossa BE, às 16 horas, e é dinamizado pelos professores António Martins e Maria do Céu Ribeiro. Como nos encontramos em plena quadra natalícia, já foram digitalmente apresentados (em suporte powerpoint) os contos: “A Noite de Natal” de Sophia de Mello Breyner Andresen e “Primeiro Natal em Portugal” de Luísa Ducla Soares. Na forja, estão ainda mais dois contos de Natal.
De salientar que, uma vez por mês, será contado e explorado um “Eco-conto”, ou seja, um conto digital que contenha preocupações ao nível da educação ambiental. Este mini-projecto tem o apoio da ASPEA, Associação Portuguesa de Educação Ambiental, que tem como objectivo principal o desenvolvimento da educação ambiental, a nível formal e não formal.
Assim, pretendemos conjugar as duas componentes da leitura: a parte pedagógica, de aprendizagens ao nível da formação pessoal e social e a parte lúdica, de descoberta… de acção…. de encanto… e magia!


A equipa da BE

0 comentários:

Enviar um comentário